Fundo de Emergência – Porque Você Precisa Ter o Seu

Você sabe a importância de ter um fundo de emergência?
Veja nesse artigo e vídeo a importância de ter o seu!

Se acontecer algum tipo de imprevisto na sua vida se você perder o emprego tiver um problema de saúde mais sério ou algum outro custo inesperado e urgente você teria condições financeiras de se sustentar por um tempo ou então teria dinheiro para resolver esse problema?

Situações como essas são justamente o motivo para você ter um fundo de emergência, que também é conhecido como reserva de emergência.

 

O Que É Fundo de Emergência

É um montante de dinheiro que você tem guardado para sacar quando precisar para usar em situações de urgência sem precisar se endividar.

É fundamental que você entenda que o dinheiro do fundo de emergência serve somente para situações de emergência. Então nada de usar esse dinheiro para trocar de celular, comprar uma televisão nova ou qualquer coisa do tipo.

 

Quanto Dinheiro Manter em Meu Fundo de Emergência

fundo de emergência Essa resposta varia bastante e não há um consenso ou uma única resposta correta. O quanto de dinheiro você irá manter em sua reserva de emergência varia de acordo com sua situação específica, com a estabilidade da sua fonte de renda e algumas outras coisas.

Se você for um funcionário público por exemplo, com renda estável e pouquíssimas chances de perder sua fonte de renda principal, você pode manter 3 vezes o seu gasto mensal na reserva de emergência. Lembrando aqui que esse é um valor mínimo, e você pode inclusive manter mais do que isso.

Já se você não possui tanta estabilidade em sua fonte de renda, trabalhando como autônomo ou algo do tipo, deve manter pelo menos 6 vezes os seus gastos mensais na reserva de emergência. Então se os seus gastos estão na faixa dos R$ 3.000 por mês, você deve manter pelo menos R$ 18.000 na reserva de emergência.

 

Onde Aplicar o Dinheiro do Fundo de Emergência

reserva de emergência

Como agora você já sabe que esse dinheiro só deve ser usado em situações urgentes, você nunca sabe quando poderá precisar sacar o dinheiro. Então é bom que o dinheiro esteja numa aplicação segura e com liquidez.

A questão da segurança aqui se refere a um investimento sem tantas oscilações de preços para que você não tenha prejuízos se sacar num momento desfavorável. Então vamos imaginar que você comprou ações para colocar o dinheiro do seu fundo de emergência.

Se essas ações caírem de preço e você precisar do dinheiro exatamente naquela hora você terá um prejuízo considerável. Então por isso a recomendação é colocar num investimento de renda fixa seguro sem tantas oscilações de preço.

E a questão da liquidez também é fundamental para que você consiga sacar o dinheiro quando precisar. Investimentos que reúnem essas características são o Tesouro Selic e o CDB com liquidez diária.

É importante que eu te diga que no caso do Tesouro Selic você só deve ter o dinheiro em mãos em cerca de 2 dias úteis pois se precisar do dinheiro primeiro deve revender o título para o Tesouro Nacional e depois passar o dinheiro da sua conta na corretora para sua conta corrente para poder sacá-lo.

Já no caso do CDB com liquidez diária provavelmente no dia útil seguinte ao da venda já deve conseguir sacar o dinheiro. Se optar por um CDB escolha um que renda pelo menos 100% do CDI. Caso contrário o Tesouro Selic provavelmente terá a rentabilidade mais alta.

Mesmo que a rentabilidade não seja o elemento mais importante do fundo de emergência, e sim a segurança e a liquidez, é importante que você tenha essa noção de comparação de investimentos.

E você, já começou a montar a sua reserva de emergência? Se você ainda está nos primeiros passos e não começou a poupar e investir a primeira coisa que deve fazer ao se organizar financeiramente é começar a poupar, e a segunda usar o dinheiro poupado para compor seu fundo de emergência.

Se acontecer algum imprevisto e precisar usar o dinheiro da reserva, faça o possível para repor esse dinheiro novamente o quanto antes, para que seu fundo de emergência tenha o montante desejado novamente.

Espero que tenha percebido a importância de manter um fundo de emergência para se proteger de situações inesperadas, e se você ainda não tem o seu, comece agora mesmo a montar sua reserva.