LCI – O que é e Como Investir em LCI

Compartilhe:

Conheça mais sobre as LCI, como são popularmente conhecidas as Letras de Crédito Imobiliário. Nesta publicação, você conhecerá mais sobre o que é LCI, bem como um guia passo a passo para aprender a investir nela.

O que é LCI?

lci

LCI é a sigla para Letras de Crédito Imobiliário, que são títulos cujo lastro está em créditos imobiliários garantidos por por alienação fiduciária da coisa imóvel ou por hipoteca.

Para facilitar a explicação, LCI é um empréstimo monetário que você fornece a uma instituição financeira. O produto do empréstimo será usado para financiar o setor imobiliário. Portanto, quando você empresta dinheiro a uma determinada instituição, esta conclui com você um “contrato”, que indica quanto te pagará de juros em certos momentos. A LCI, assim como a poupança, o CDB e o Tesouro Selic, também é um investimento de renda fixa.

Risco de Investir em LCI

O risco é sempre algo que você deve sempre levar em considerção antes de investir seu dinheiro. Podemos dizer que o risco de investir em LCI é relativamente baixo. Se uma crise verdadeiramente grande atingir o mercado financeira de forma generalizada, inicialmente você buscará a instituição em que aplicou o dinheiro para tentar recuperar seu dinheiro investido em LCI.

Caso a instituição não consiga pagar, no caso da LCI você tem a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) até o valor de R$ 250.000,00 por instituição financeira (o seu limite global de proteção é de R$ 1.000.000,00). Dessa forma, é seguro afirmar que o risco de se investir em LCI é relativamente baixo, podendo ser comparado ao risco de investir em CDB e na famosa caderneta de poupança.

Aplicação Mínima LCI

Em algumas instituições financeiras, o valor mínimo para investir em LCI costuma ser relativamente alto. Isso é mais comuns em bancos de varejo de grande porte. Em instituições financeiras menores é relativamente comum conseguir investir em LCI a partir de R$ 1.000,00.

Triutação LCI

A maior vantagem da LCI é a isenção do imposto de renda para pessoas físicas. Assim, a LCI pode ser uma ótima alternativa para seus investimentos de renda fixa. Eu apenas lembro que para o CDB, para títulos do governo e para outros tipos de investimentos de renda fixa, o imposto de renda é cobrado da seguinte forma:

  • 22,5% para aplicações até 180 dias;
  • 20% para aplicações de 181 dias a 360 dias;
  • 17,5% para aplicações de 361 dias para 720 dias;
  • 15% para aplicações acima de 720 dias.

 

Prazo de Regate do Investimento em LCI

Outro ponto que você deve ter atenção é com ao prazo mínimo para resgate ai investir em LCI. Em alguns casos, o resgate só pode ocorrer no vencimento. Nessa situação, ao fazer um investimento em LCI com vencimento em 2 anos, você só poderá ter o dinheiro de volta ao fim desse período de 2 anos, quando o investimento vencer.

Em outros casos, mesmo com o vencimento sendo de 1 ou 2 anos, é possível resgatar o dinheiro antes do vencimento do investimento em LCI. O prazo mínimo de carência ao investir em LCI é de 90 dias.

Rendimento LCI

o que é lci

Como os outros investimentos de Renda Fixa, as Letras de Crédito Imobiliário podem ser pós-fixadas, prefixadas ou híbridas, como veremos a seguir.

• Pós-fixado: Nessa modalidade você só saberá exatamente o valor que irá receber ao final do investimento. Porém, você pode ter uma ideia do retorno. Isso porque o rendimento da LCI pós-fixada ocorrerá de acordo com a oscilação de algum indicador, como a Taxa Selic ou o CDI. Neste caso, a rentabilidade da LCI será representada como uma porcentagem da taxa de juros de referência, como por exemplo 92% do CDI.

• Prefixado: Neste tipo de investimento você sabe exatamente o valor que irá receber na data de vencimento do título. Nesta situação, a taxa de juros é fixa e determinada no momento do investimento. A sua rentabilidade LCI será algo fixo em um determinado período de tempo, como por exemplo 8% ao ano.

• Híbrido: esse tipo de investimento é uma união das duas modalidades anteriores. Nesse caso, o dinheiro é corrigido a uma taxa prefixada, e a isso é somada a variação de um indexador, como por exemplo o IPCA. Nesta situação, o rendimento da LCI será somado pela variação do indexador mais a taxa de juros prefixada, como por exemplo IPCA+5%.

 

Leia mais sobre outros tipos de investimentos:

Vale a pena Investir em LCI?

investir em lci

Sendo direto, a resposta é depende. Apesar de não haver cobrança de imposto de renda ao investir em LCI, nem sempre ela será uma opção mais vantajosa que outros investimentos de renda fixa.

Então, para saber se vale a pena investir em LCI você deve saber qual o percentual do CDI que você consegue ao investir num CDB por exemplo, e qual percentual do CDI terá no investimento em LCI. Você também deve considerar o prazo do investimento porque ele acaba influenciando na alíquota do imposto de renda que será cobrado no investimento em CDB.

Vamos a um exemplo prático para ficar mais claro. Vamos considerar que a taxa do CDI é de 10% ao ano para simplificar, e que você pode investir num CDB com rendimento de 100% do CDI. Nesse caso, sua rentabilidade líquida, de acordo com o prazo e alíquota do imposto de renda, seria de:

  • 7,75% para investimentos de até 180 dias.
  • 8,00% para investimentos feitas de 181 dias e 360 dias.
  • 8,25% para investimentos feitas de 361 dias e 720 dias.
  • 8,50% para investimentos acima de 720 dias.

Nesse exemplo hipotético, uma LCI com rendimento de 83% do CDI seria mais rentável que investir no CDB com prazo de até 720 dias. E isso porque 83% do CDI equivale a 8,3% de rendimento ao ano, e 8,3% é maior que os retornos obtidos para os investimentos com prazo de até 720 dias, que são 8,25%, 8% e 7,75%  respectivamente. Porém, para investimentos acima de 720 dias o retorno do CDB nessas condições do exmplo serão superiores ao retorno do investimento da LCI.

Onde Investir em LCI

Ao pensar em investimentos, a maior parte das pessoas já associa essa ideia a uma conversa com o gerente do banco em que tem conta. Isso por, em grande parte dos casos, associar a figura do gerente a um especialista em investimentos e também por confiar na solidez de uma grande instituição financeira. Além disso, há também a questão da praticidade, já que o dinheiro já está no banco mesmo, então seria lógico mantê-lo por lá e investir por meio das opções oferecidas pela própria instituição.

Porém, na maior parte dos casos a rentabilidade dos investimentos oferecidos pelos grandes bancos será inferior à rentabilidade de investimentos oferecidas por instituições de menor porte ou por corretoras de valores independentes.

Então é sempre importante fazer uma pesquisa para verificar se não está deixando de ganhar dinheiro ao optar por uma opção mais “prática”. A princípio a diferença de investir com um retorno um pouco superior pode parecer pequena, mas a longo prazo o efeito dos juros compostos trazem grandes diferenças.

Compartilhe: